Páginas

quarta-feira, 23 de março de 2011

Minha dolorida via crucis na abstinencia da cafeína

"Estava travando uma luta com os galhos sem saber que era no tronco que estava o coringa do baralho!"

Desde quando fui trabalhar no Banco do Brasil, nos idos de 1900 e bolinha; quando eu ainda era uma mocinha magra e saltitante, comecei a tomar mais café do que o recomendado para manter uma pessoa saudável.
O tempo passou, continuo mocinha, (mas agora também sou fofa!), e o café que antes era coado, porém forte, passou a ser "espresso", mais concentrado! Aqueles de máquinas de café espresso (com S mesmo) italianas. Café pouco nem pensar! Já no BB tomava um litro por manha. Entao comecei a trabalhar como jornalista aas tardes, mantendo meu emprego da manha. E dá-lhe mais café! E depois arrumei outro emprego e na mesma proporcao que acumulava empregos e responsabilidades, o consumo de café aumentava.
Só agora percebo que era um círculo vicioso: eu tomava café de dia e nao dormia de noite! E reclamava de insonia, mas nao largava do copo da "mardita" bebida amarga! Sentia cansaco contínuo, porque claro, nao dormia bem. Esse círculo girou por longos "quase" 20 anos. Entao resolvi parar!
Claro que nao foi assim, "ahhh vou parar de tomar café!" Foi por livre e espontanea pressao, como dizem os filósofos de plantao. Comecei um tratamento natural (Chiropatia) pra dar um jeito na minha coluna vertebral que é uma bagunca desde a minha adolescencia. Pois bem. Acontece que uma das razoes, de acordo com a chiropata que me atende, da minha coluna estar do jeito que está é o acúmulo de anos de má postura, estresse, cansaco e outros bichos. Claro!! Descobri a roda! A cafeína age no sistema nervoso consequentemente faz voce ficar acordado e/ou ter insonia ou um sono inconstante. Eu acordo, no mínimo, cinco vezes por noite. É horrível. Acordo mais cansada do que quando vou dormir. Mas isso tudo está com os dias contados!
Vi na TV dia desses, um médico explicando porque uma pessoa se sente tao bem ao ingerir café. A sensacao de "esperteza" e bem estar é simplesmente o resultado da saciedade da abstinencia. Funciona basicamente da mesma maneira com todas as drogas.
A princípio a recomendacao de que eu cortasse a cafeína nao pareceu tao má. Mas na prática É O INFERNO!!! Dos seis cafés diários que estava tomando, porque por conta própria comecei a diminuir há algum tempo, estou tomando um. Unzinho e nada mais. Estou dizendo nao aa coca-cola, pepsi e qualquer outra bebida que contenha cafeína. Claro que para uma viciada inveterada só um café pela manha nao é o suficiente!
Estou sofrendo! Sofrendo muito! Tenho dores de cabeca, irritacao, me falta alguma coisa, nada está bom. Ainda bem que tenho um marido maravilha, que entende os percalcos da minha vida de vício. Ele mesmo é viciado em chá.
Imagina que hoje aqui em Londres, brilhou um sol que há muito, muito tempo nao se via. Estava calor! Calor, meu povo! E eu nao achei graca nenhuma. Logo eu que sonho com um solzinho lá fora! Mas vai passar. Em algumas semanas estarei readaptada a uma vida de um café só.
Agora entendo perfeitamente porque a Amy Winehouse canta a plenos pulmoes "I say no, no, no" quando o pai pergunta se ela quer ir pra reabilitacao. A abstinencia é dolorida. Muito dolorida!

5 comentários:

Martha disse...

Força, Márcia!

Marcia disse...

Obrigada, Martha! :)

Kátia Passos disse...

Vamos que vamos amiga....

Marcia disse...

Vamos que vamos, Katia. Parece exagero mas nao é! Hoje me sinto melhor. Acho que é o sol brilhando pelo segundo dia consecutivo! rsrs

Nina disse...

.
Ola Marcia
Inda hoje comecei a ver o teu blog, mas estou a comecar a ficar fan. beijo grande.
Almerinda